A sociedade e o EU

Ela era tâo consciente de sua pequenez e insignificancia que esqueceu de sua propria importancia, cansada de se esconder atras da sua gaiola enfeitada por seus achismos por ela mesma criada , que pareciam na sua sua vida como uma consolidação de leis que não conseguia de forma alguma infrigir.Ela decidiu abrir um pouco sua gaiola e tentar descobrir o que havia lá fora, e mesmo que com receio de tudo o que ela poderia ter que enfrentar, ela tinha certeza que essa era uma decisão sem retorno e a mas certa de toda sua pequena existencia.

O mundo lá fora não é o mundo que ela transformou em sua própria gaiola...não ...e ela sabia que não aguentaria ficar presa pra sempre, e mesmo que sua consciência disse-se o quanto era pequena se comparada a sociedade la fora dela mesma, ela também sabia que as suas proprias certezas não eram verdades absolutas , e que deixar a porta de sua gaiola aberta era se propriciar a conhecer outras verdades inventadas.

Que ela sabia que era insignificante e pequena tudo bem, mas quando abriu a porta de sua gaiola ela também percebeu sua própria personalidade...ao tirar um pouco os pés de sua gaiola enfeitada ela recebeu muitas criticas , e voltou-se rapidamente e encostou de forma rapida a porta que estava aberta, muito triste por achar que não poderia sair novamente...mas chegou um vento tao forte que escancarou a porta de sua gaiola...e ela percebeu que queria ir lá fora novamente e que nada e nem ninguém poderia critica-la ao ponto dela voltar a se trancar em sua gaiola enfeitada de certezas inventadas.

Não...ela decidiu ser ela mesma ... e o mundo que a revencia-se por Ser.

 


Parâmetros Sociais

O mundo nos diz como devemos ser , como devemos falar e como devemos agir , as vezes sua voz é sorrateira,outras é irritante e repetitiva, e muitas das vezes é alta e grosseira...

O mundo e seus parametros sociais, mas como podemos ser criaturas estereotipadas por um mundo tão dono de si mesmo, cheio de certezas preconcebidas, se na realidade somos um mundo inteiro tão distintido uns dos outros quanto o sol da propria lua,mas o mundo e sua voz irritante que insiste em nos querer igualar uns aos outros...

Somos um mundo inteiro , inigualavel, insubstituivel e único e mesmo que os preceitos sociais queiram nos misturar,ao ponto de sermos uma coisa só,sem personalidade, sem nossos pequenos detalhes unicos , sem nada que possar fugir aos parametros ja estabelecidos , ou que incomode e fuja dos padroes ja estabelecidos como arvorez centenarias e suas raizes sobre a terra.

Antes que o mundo nos afunde nesse mar de certezas ja preestabelecidas , que possamos ter respeito de sermos o nosso proprio mundo e de amar ser quem somos .

 

 



[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]

O que é isto?
Visitante número: